POR QUE O PTAM É A MELHOR OPÇÃO PARA AVALIAÇÃO DE IMÓVEIS?

Em um post anterior, opinei sobre a importância de uma boa avaliação imobiliária.

Agora, vamos esclarecer porque o PTAM é o documento legal, com metodologia específica e que atende a todos os requisitos técnicos, mercadológicos e judicial para determinação de valor de um bem imóvel.

O formato do Pareder Técnico de Avaliação Mercadológico conhecido pela sigla PTAM, atende a todos os requisitos determinados na Resolução COFECI 1066/07 e no Ato Normativo 001 de 2011 que descreveremos a segui:

  • Carta de Apresentação do Parecer Técnico de Avaliação Mercadológica;
  • A Capa contém foto da fachada, endereço, dados do solicitante, identificação do avaliador e data do PTAM;
  • Sumário;
  • Identificação do solicitante;
  • Finalidade do PTAM;
  • Número de Parecer;
  • Descrição da competência para a elaboração do PTAM;
  • Lista de Abreviaturas;
  • Identificação e Caracterízação do Imóvel Avaliando (número do IPTU, da matrícula, áreas e dimensões do imóvel;
  • Descrição da vistoria contém dados documentais do imóvel, quando e acompanhado por quem, caracterísitcas da região, confrontações, fotos, mapa de localização e vista aérea;
  • Metodologia Utilizada;
  • Pesquisa de Mercado com lista de imóveis referenciais atendendo aos requisitos exigidos pela resolução e norma vigente;
  • Homogeneização das Amostras apresentando fórmulas, tabelas com suas respectivas evoluções e aplicação de fatores valorizantes e desvalorizantes;
  • Encerramento contendo conclusão, data, assinatura e selo certificador;
  • Anexos com o termo de visitação para vistoria, relatório fotográfico, plantas de localização, mapas, certidão de matrícula atualizada, documentos diversos e currículo do corretor de imóvel avaliador.

Esses são os requisitos que o PTAM deve conter, mas não é necessário que se tenha um formato rígido sobre a forma de apresentação, o avaliador é livre para escolher a forma como melhor consegue demonstrar o seu parecer.

O PTAM da forma como está acima descrito, atende a Resolução COFECI 1.066/07 e ao Ato Normativo 001de 2011 e as exigências estabelecidas no artigo 473 do CPC – Código de Processo Civil.

Vimos que no tópico encerramento, falei no selo certificador. Apesar do PTAM poder ser elaborado por qualquer corretor de imóveis, apenas os que se qualificaram através de curso e que se inscreveram no Cadastro Nacional dos Avaliadores de Imóveis – CNAI, cadastro organizado pelo Conselho Federal dos Corretores de Imóveis – COFECI, podem fazer uso dos selos cerificadores.

Diante do exposto, lembre-se de verificar sempre se o avaliador é devidamente qualificado para elaborar o seu PTAM. Seja para uso judicial ou extra judicial.

Em breve publicarei novos posts sobre Avaliação Imobiliária.